fbpx
Loading

SEO: O guia prático para você aprender sobre essa ferramenta

SEO: O guia prático para você aprender sobre essa ferramenta.

Primordialmente, SEO é a sigla para Search Engine Optimization, que significa otimização para motores de busca.

Trata-se de um mecanismo que reúne um conjunto de estratégias e técnicas que possuem o objetivo de melhorar o posicionamento nos resultados orgânicos dos buscadores.

Como funciona o SEO?

SEO

Em síntese, ele é utilizado para reunir novos visitantes, com mais pessoas chegando ao seu site, maior a chance de conversão, que pode ser tanto uma conversão de Lead, quanto uma conversão de compra.

Portanto, com esse conjunto de técnicas, você consegue aumentar as vendas, visualizações, número de leads, etc.

Mas, é de suma importância entender que o trabalho com o SEO é de médio/longo prazo e seu principal objetivo é aumentar as visitas no seu website por meio do entendimento do mesmo, confiança e autoridade.

Esse processo é gradativo, pois você terá que ”provar” para o Google que o seu conteúdo é o melhor e merece aparecer nas primeiras posições da SERP (Search Engine Results Page).

Por outro lado, é importante frisar que não basta apenas ter o melhor conteúdo.

É necessário, possuir também uma boa usabilidade e conquistar a autoridade no mercado.

A importância dos motores de busca para o SEO

Do mesmo modo, a capacidade de escolha dos motores de busca atendem à algoritmos, índices e indicativos de qualidade.

Em suma, sua página deve ser relevante para o algoritmo, assim ela deve aparecer muito bem posicionada nos resultados.

Os algoritmos de Rankeamento são basicamente: o PageRank, o famoso algoritmo do Google, o TrustRank, desenvolvido por pesquisadores de Stanford e do Yahoo! e o BrowseRank, recentemente divulgado pela Microsoft.

Fatores de Rankeamento do SEO

Nesse sentido, a combinação entre os fatores de rankeamento é o que determina o posicionamento.

De maneira geral, esses fatores são divididos em dois grupos: On Page e Off Page.

On-Page

Os fatores de rankeamento on-page estão presentes dentro das suas próprias páginas. 

Nesse interím, os principais fatores On-Page estão ligados aos títulos das páginas, além das meta tags.

As Heading tags, atributo alt em imagens, dominío e URL do arquivo também são indispensáveis para o rankeamento on-page.

E o mais importante, o conteúdo. Se ele não for relevante não adianta em nada todos os outros fatores, pois o visitante está em busca de respostas plausíveis quando procura busca algo na internet.

Todos esses fatores auxiliam o buscador entender que a experiência que você proporciona em sua página é benéfica ao usuário no quesito organização, como também informação.

Off-Page

Contudo, os fatores off-page, é composto por elementos de fora da página que mostram se ela é ou não uma referência.

Como também, os fatores analisados são os números de links, a qualidade dos links externos e também o texto âncora dos links externos.

Outros fatores que influenciam são a quantidade, diversidade e contexto de backlinks, menções feitas á marca, sinais sociais e as buscas diretas.

Esses fatores, para o Google são os que mostram qual o nível de autoridade da página.

Vamos a prática! Montando sua estratégia de SEO

Primeiramente, como em qualquer estratégia de marketing é necessário um planejamento.

É importante que algumas perguntas sejam feitas, como:

Qual resultado você quer atingir com o SEO?

Qual público você busca alcançar?

Você quer gerar vendas ou somente aumentar a visualização?

E para que o tráfego orgânico seja um sucesso, é importante que o conteúdo dos blogs no seu site seja relevante para alguém.

Defina seus objetivos

Em suma, o primeiro passo para o utópico e possível tráfego orgânico no seu site, é necessário definir qual seu objetivo final.

O seu objetivo pode ser desde gerar mais leads, gerar vendas, educar o mercado ou simplesmente aumentar a autoridade da marca.

Nesse sentido, busque alinhar seus objetivos de SEO aos objetivos da sua marca.

Por exemplo, se você quer aumentar o brand awareness, o SEO pode ajudar nisso ao colocar o site da empresa em evidência nas primeiras posições do Google.

Defina sua persona para o SEO

Posteriormente, outro passo de extrema importância é a definição da persona.

A persona é a descrição de um personagem semifictício que represente um cliente ideal da sua marca.

Desse modo, a construção dessa persona deve considerar também as etapas do fúnil de vendas.

Além disso, é de extrema importância estudar e pesquisar palavras-chaves e comportamentos dessa persona escolhida para se tornar mais prática a busca pelo seu conteúdo para esse público.

Nessa fase, é importante estar a par de uma ferramenta que facilite e agilize o processo de procura pela palavra-chave ideal.

Nesse ínterim, as melhores ferramentas são a Keyword Planner, Google Trends e Google Suggest.

Agora você vai precisar de ferramentas para complementar seu SEO

Ainda assim, ao dar início a uma estratégia de SEO você precisa conhecer algumas ferramentas básicas que vão auxiliar no diagnóstico da situação atual, ajudar nas otimizações e acompanhar os impactos.

O Google Analytics e Google Search Console são as principais aliadas nas suas estratégias.

E o melhor são oferecidas de maneira gratuita pelo próprio Google.

Google Analytics no SEO

Em síntese o Google Analytics, é uma ferramenta de análise de dados que oferece recursos que avaliam o desempenhos das estratégias digitais.

Ele é importante para o SEO, pois auxilia no conhecimento do seu público, visando uma melhora da sua persona.

Ele também é capaz de identificar quais os canais que vão gerar mais tráfego para o seu site como: e-mail, social, orgânico.

Além de ser uma excelente ferramenta para analisar e entender melhor o engajamento, monitorar as conversões geradas pelo SEO.

Além de muitas outras análises que podem ajudar a monitorar seu progresso com o SEO.

Google Search Console no SEO

Essa ferramenta é a responsável por facilitar a comunicação entre o Google e o site.

Ela oferece relatórios para o SEO, além de monitorar a posição média das suas páginas na SERP.

Como também, monitora e identifica as taxas de cliques, para saber se seu site foi hackeado.

O Google Search Console é um pouco mais técnico, por isso é voltado para webmasters. 

A ferramenta também pode gerar vários insights para otimizações em conteúdos, além de ser a principal fonte para identificar as consultas que levam tráfego para suas páginas e a taxa de cliques das suas principais palavras-chave.

Leia mais curiosidades sobre o mundo do Marketing Digital clicando aqui

Conclusão

Portanto, as estratégias de SEO podem ajudar você e sua marca possuirem mais autoridade, aumentar seu tráfego orgânico, gerar mais leads e conversões de vendas em passos simples e eficazes.

Porém, é necessário paciência, análise e dedicação.

Com todos esses fatores, tenha certeza que será muito benéfico o uso dessa técnica para você e sua empresa!

Quer saber mais sobre Marketing Digital?

Conheça nossa agência e retire suas dúvidas!

Entre em contato pelo nosso WhatsApp

E conheça nossas soluções!

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.